Logo PPG-BQ.jpg

Programa de Pós-Graduação em Biologia Química

Portuguese English Spanish

Linhas de Pesquisa

 

 A área de concentração em Biologia Química propõe-se a integrar de forma coesiva os conhecimentos de Química que se aplicam aos sistemas biológicos, compreendendo estudos com moléculas, células, organismos e processos naturais responsáveis pela diversidade de formas de vida.  

 

Abaixo estão descritas as linhas e os projetos de pesquisa desenvolvidos pelo PPG-Biologia Química:

 

 

Linha de pesquisa: Biologia Química de Sistemas

Visa estudar os efeitos de diferentes moléculas em condições fisiológicas ou no desenvolvimento, tratamento ou prevenção de diferentes doenças, bem como identificar e quantificar biomarcadores presentes nas distintas condições. Para tanto, esta linha de pesquisa envolve o estudo dos fenômenos comportamentais, químicos e/ou biológicos associados às modificações funcionais ou estruturais dos seguintes sistemas:

 

Projetos de Pesquisa: 

 

1 - Biologia Química do Sistema Nervoso

Este projeto tem como objetivo avaliar as modificações celulares e/ou moleculares em estruturas encefálicas em modelos clássicos para análise de ansiedade, motricidade, depressão, memória, neurodegeneração, neurogênese e obesidade, entre outros. Ademais, também tem como objetivo investigar os mecanismos associados à diferenciação do neuroepitélio olfatório.

Professores envolvidos: Suzete Cerutti, Lúcia Armelin e Monica Telles

 

2 - Biologia Química do Sistema Endócrino - Metabolismo:  

Este projeto tem como objetivo estudar as alterações ocorridas no sistema endócrino relacionadas ao desenvolvimento de doenças altamente prevalentes na população, tais como obesidade, diabetes, dislipidemias, hipertensão, esteatose hepática, distúrbios da tireóide, entre outras. Também tem como objetivo avaliar o potencial terapêutico de fitoterápicos, extratos de plantas e fármacos sintéticos no contexto destas doenças.

Professores envolvidos: Monica Telles, Maria Isabel Vale e Luciana Caperuto

 

3 - Biologia Química do Sistema Respiratório:

Avaliar os mecanismos envolvidos no processo inflamatório e nas alterações funcionais das vias aéreas, em diversos modelos experimentais de doença pulmonar como: asma, doença pulmonar obstrutiva crônica e doenças infecciosas. Ainda, tem-se o objetivo de investigar componentes químicos e biológicos com potencial terapêutico ou tóxico para este sistema.

Professores envolvidos: Carla Prado, Caroline Marcantonio e Simone Miraglia

 

 

Linha de pesquisa: Biologia Química em Modelos Celulares

Esta linha de pesquisa tem por objetivo estudar os aspectos moleculares e celulares que regulam processos importantes em diferentes modelos como Zebrafish, gametas e embriões, células tumorais, adiposas e olfativas. A avaliação de efeitos de substâncias bioativas e moléculas sinalizadoras nestes modelos é também um objetivo da linha.

 

Projetos de Pesquisa: 

 

1 - Biologia Química em Modelo de Zebrafish

O objetivo é utilizar o Zebrafish como modelo de doenças, tais como degenerativas, inflamatórias, neoplasias, entre outras, para estudos dos efeitos de compostos bioativos com potencial terapêutico ou ainda, para avaliação toxicológica de contaminantes ambientais.

Professores envolvidos: Rodrigo Ureshino, Monica Telles, Cristina Viana, Luciana Caperuto e Suzete Cerutti

 

2 - Biologia Química em Modelo de Células Tumorais  

Este modelo tem por objetivo estudar os aspectos moleculares, celulares e de transdução de sinais que regulam processos importantes na biologia tumoral como sobrevivência, proliferação, metástase e regulação gênica em diferentes tipos tumorais. Ademais, enfoques relacionados a estudos prospectivos do efeito de compostos bioativos sobre vários aspectos da biologia tumoral também são investigados.

Professores envolvidos: Carla Azevedo, André Vettori, Nilana Barros e Joel Machado

 

3 - Biologia Química em Modelo de Gametas e Embriões  

Este modelo visa caracterizar moléculas protetoras com o potencial de reverter as alterações celulares, moleculares, funcionais e transgeracionais induzidas por estresse em gametas e embriões de mamíferos. As biotecnologias da reprodução (Ex: Produção in vitro de embriões) são ferramentas básicas nestes estudos.

Professores envolvidos: Fabíola Lopes

 

4 - Biologia Química em Células do Tecido Adiposo 

O objetivo é investigar o processo de diferenciação de pré-adipócitos da linhagem 3T3-L1 ou obtidos em cultura primária de adipócitos, o processo de browning, bem como a função metabólica e endócrina de adipócitos maduros e/ou diferenciados após estímulos de diferente natureza. A fração celular do estroma vascular, bem como o processo inflamatório e a via de sinalização da insulina são também enfatizados neste projeto.

Professores envolvidos: Maria Isabel Vale, Monica Telles e Luciana Caperuto

 

 5 - Biologia Química em Modelo de Epitélio Olfatório 

O objetivo é investigar a distribuição de marcas epigenéticas e de retrotransposons no núcleo de diferentes células do epitélio olfatório, buscando compreender como esses elementos estão envolvidos na regulação da expressão gênica nessas células. Analisamos a expressão de retrotransposons e de diferentes modificadores de histona ao longo da diferenciação dos neurônios olfatórios.

Professores envolvidos: Lucia Armelin

 

6 - Biologia Química: Estudos das interações microbianas e suas aplicações 

Este projeto tem como objetivo o estudo de microrganismos e suas interações benéficas ou não com o hospedeiro e o meio ambiente. Neste sentido exploramos a biodiversidade microbiana na busca por microrganismos capazes de biodegradar compostos xenobióticos. Também é escopo deste projeto compreender a biologia de microrganismos patogênicos e elucidar elementos importantes para a virulência, resposta imunológica e a instalação da doença. Para tanto, serão utilizados modelos animais vertebrados e invertebrados como objetivo de prospectar possíveis alvos para o desenvolvimento de novas drogas. Ainda, em colaboração com outras áreas de pesquisa do programa, faz parte dos objetivos deste projeto testar compostos sintéticos ou isolados de plantas da flora brasileira para investigar a atividade antimicrobiana e descrever o seu mecanismo de ação empregando ferramentas de biologia molecular.

Professores envolvidos: Caroline Marcantonio, Cristina Viana, Marcelo Vallim e Patrícia Xander

 

 

Linha de pesquisa: Biologia Química de Produtos Naturais e Sintéticos

Esta linha de pesquisa envolve etnobotânica e etnofarmacologia visando isolamento, síntese, identificação e caracterização de produtos naturais e sintéticos com propriedades medicinais, aromáticas, corantes, entre outras, bem como o desenvolvimento e a aplicação de métodos analíticos direcionados para a compreensão e/ou modulação de sistemas biológicos.

 

Projetos de Pesquisa: 

 

1 - Biologia Química de Plantas Medicinais: 

Os estudos das plantas medicinais envolvem aspectos das seguintes áreas do conhecimento, que de forma conjunta e articulada, podem levar ao desenvolvimento de novos potenciais bioativos, são elas: botânica, antropologia, agronomia, geografia, química, farmacognosia, fitovigilância e farmacologia pré-clínica e clínica. Além disso, os aspectos políticos relacionados ao uso da fitoterapia, seja no Sistema Único de Saúde, seja nas demais esferas da sociedade, devem estar no alvo de estudos para que possam contribuir com a saúde coletiva no Brasil.

Professores envolvidos: Elisaldo Carlini, Eliana Rodrigues, Suzete Cerutti, Carla Prado, Luciana Caperuto e Monica Telles

 

2 - Etnofarmacologia e Etnobotânica: 

A Etnobotânica é a disciplina que busca o entendimento da relação entre as diversas culturas e as plantas em todas as suas dimensões, podendo gerar dados que guiem: o desenvolvimento de novos produtos, a conservação dos ecossistemas, bem como o fortalecimento e o desenvolvimento local das comunidades tradicionais envolvidas. Entre as plantas que estão no alvo destes estudos figuram as medicinais, cosméticas, aromáticas, fibras, corantes e alimentares. A Etnofarmacologia se ocupa do registro das relações entre as culturas e as substâncias que interagem com seu organismo (oriundas de plantas, animais, fungos e minerais), seja com objetivo de cura, prevenção ou ainda religioso. Estas substâncias podem servir de guia na condução dos estudos fitoquímicos e farmacológicos, na busca de novos potenciais bioativos.

Professores envolvidos: Elisaldo Carlini e Eliana Rodrigues

 

3 – Isolamento e Síntese de Produtos Naturais: 

Através deste projeto visamos o isolamento e a caracterização de substâncias oriundas de fontes naturais, envolvendo plantas e microrganismos, que apresentem atividades biológicas e possam servir de protótipos para o desenvolvimento de fármacos. Adicionalmente, as substâncias naturais que tenham apresentado atividades pronunciadas e que tenham sido isoladas em pequenas quantidades serão eventualmente sintetizadas em quantidades suficientes para estudos completos de atividade biológica. Além disso, modificações moleculares em produtos naturais isolados em grandes quantidades serão realizadas para avaliações de relação estrutura-atividade.

Professores envolvidos: Cristiano Raminelli, Dário Santos, João Lago, Lucildes Mercuri, Nilson Assunção, Thiago Veiga e Patrícia Sartorelli

 

Secretaria de Pós-Graduação – Biologia Química (PPG-BQ)

 Rua São Nicolau, 210, 5° andar - Centro - Cep 09913-030 - Diadema – SP

Telefone: (+55 11) 4044-0500 (ramal 3511)

E-mail:  secretaria.posbq.unifesp@gmail.com